OKRs: como implementá-los na sua empresa

Você já ouviu falar em OKRs? Se busca por uma maneira de otimizar a gestão na sua empresa e atingir seus objetivos, então deve conhecer mais sobre esse conceito.

A metodologia OKR se tornou mais conhecida depois de ser implementada pelo Google com sucesso. A empresa, que tinha apenas 40 funcionários em 1999, chegou a ter 85 mil colaboradores pelo mundo usando OKRs.

Mas como essa metodologia funciona exatamente? E que tipo de ação realizar para implementá-la na sua empresa? É o que veremos neste artigo. Por isso, siga a leitura!

O que são OKRs?

OKRs é uma sigla que vem do termo em inglês Objectives and Key Result, algo como Objetivos e Resultados Chaves em português.

O termo descreve um método de gestão empresarial que consiste em definir objetivos e estabelecer métricas e indicadores de desempenho que ajudem a controlar se a meta foi ou não atingida.

Por exemplo, em uma empresa gerenciada com a metodologia OKR, o administrador não falaria “Quero ganhar mais”, mas sim “Quero aumentar meu faturamento ao vender 35% mais para o exterior”.

Repare como o objetivo da empresa (aumentar o faturamento) vem ligado a um indicador de desempenho específico (vendas em exportação).

A metodologia se tornou popular ao ser adotada em massa por startups e grandes negócios do Vale do Sicílio, como o Google, Twitter, Netflix e LinkedIn, além de outras empresas de grande porte.

Na prática, no entanto, a metodologia ajudou todos esses gigantes a se tornarem grandes atores em seus mercados. Isso significa que usar OKRs é algo possível para pequenas empresas ou grandes negócios.

Como implementá-los na sua empresa?

Saber o que são OKRs é apenas uma parte do trabalho de implementá-las na sua empresa. É necessário também saber como colocá-las em prática.

Veja a seguir algumas dicas de como fazer isso!

  1. Entenda a fórmula que determina as OKRs

O criador do método OKRs foi Andrew Grove, ex-CEO da Intel. No entanto, quem mais implementou e popularizou a ideia foi John Doerr, um dos investidores iniciais do Google.

Segundo ele, há uma fórmula básica para entender e usar as OKRs em qualquer empresa, de qualquer tamanho, em qualquer segmento ou projeto. A fórmula é a seguinte:

“Eu quero (objetivo) medido por (conjunto de resultados-chave)”.

Ou seja: para usar OKRs em seu negócio, é necessário começar estabelecendo qual é o seu objetivo (a direção desejada ou o cenário a ser atingido) e quais são os resultados-chave que vão confirmar se essa meta foi ou não atingida.

Um exemplo positivo de OKR seria algo como:

“Quero que meu departamento seja mais eficiente medido por redução de 20% no desperdício de materiais

Os grifos mostram o objetivo (mais eficiência) e o resultado-chave (redução de desperdícios).

  1. Entenda que um objetivo geram vários resultados-chave

Os exemplos que demos até agora foram bem simples e curtos, úteis apenas para ilustrar os conceitos do OKR.

No entanto, na vida real, você se verá cercado de métricas e relatórios para poder entender se suas metas foram ou não atingidas.

Um exemplo mais próximo da vida real seria algo como:

“Quero ter uma boa base de leads no meu negócio, medido por:

  • Aumentar minha taxa de conversão em 5%;
  • Ter mais leads gerados no fim do semestre;
  • Conseguir 1000 leads na mídia orgânica;
  • Aumentar meu tráfego orgânico em 10%;
  • Aumentar meu tráfego pago em 25%.”
  1. Coloque cada time trabalhando em metas

O ideal para manter um ritmo constante de crescimento e aprimoramento em uma empresa é fazer com que cada time trabalhe com suas próprias metas específicas.

No entanto, é importante que essas metas individuais dos departamentos converjam para as metas principais do negócio.

Por exemplo, se a meta da empresa é “aumentar o lucro” medido por “aumento no faturamento e queda nos gastos”, então é preciso que os departamentos internos trabalhem com metas próprias para resultar no aumento de faturamento e redução de gastos.

Cada um, no entanto, terá seu próprio contexto. Talvez o time de administração colabore reduzindo desperdício de material de escritório, enquanto a equipe de marketing vai otimizar o uso de verba publicitária.

  1. Obtenha informações precisas para o seu negócio

A metodologia OKR é tão boa quanto a qualidade das informações e dos dados que uma empresa tem em suas mãos.

Sem relatórios precisos e com informações confiáveis sobre estudo de mercado, pesquisa de preço, satisfação de clientes, armazenamento de dados e tantos outros trabalhos de inteligência, não há como avaliar se as metas foram atingidas e a metodologia trouxe resultados.

Por isso, é importante que sua empresa invista nas ferramentas necessárias para captar os dados que são precisos para que os OKRs funcionem dentro do seu negócio.

Com essas ferramentas e com a consultoria adequada, seu negócio pode chegar muito mais longe, como aconteceu com o Google e tantas outras startups.

Quer saber como podemos ajudar sua empresa a crescer a alçar voos maiores? Então entre em contato conosco agora mesmo!

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat